Conteúdo Principal
Publicado em: 20/01/2023 - 12h03 Comarca: Campina Grande

Planejamento de ações: juiz da Infância e Juventude realiza visita institucional à Fundac

Visita do juiz Perilo Lucena à Fundac
Visita do juiz Perilo Lucena à Fundac

O juiz da Infância e Juventude da Comarca de Campina Grande, Perilo Lucena realizou visita institucional à Fundac - Fundação de Desenvolvimento da Criança e do Adolescente "Alice de Almeida", órgão do Governo Estadual responsável pela gestão do sistema socioeducativo. A iniciativa dá continuidade ao planejamento das ações a serem executadas durante o ano de 2023, bem como, estreita as parcerias.

Na ocasião, o presidente da Fundac, Flávio Moreira, explicou sobre os projetos em andamento que estão sob sua supervisão, traçando um painel sobre o sistema socioeducativo na Paraíba, o qual tem unidades em João Pessoa, Campina Grande e Sousa. “Foram relatadas as principais dificuldades e verificados os grandes avanços obtidos. A Fundação está sempre trabalhando em prol da sociedade”, destacou Perilo Lucena.

O magistrado recebeu das mãos de Flávio Moreira cópias dos projetos de reforma do Lar do Garoto, unidade de internação de Campina Grande. O documento contempla modificações na rede elétrica, estrutural e também melhorias, visando aperfeiçoar o núcleo de educação em funcionamento na unidade.

O presidente da Fundac avaliou como muito importante, e disse ser uma honra, a visita do juiz Perilo Lucena, ressaltando ser um magistrado diferenciado, como todos os que atuam na Vara da Infância e Juventude. Segundo observou, todos são muito comprometidos com a socioeducação.

Flávio Moreira informou que a visita institucional do juiz Perilo Lucena funciona como uma prestação de contas do que o Governo do Estado, por intermédio da Fundac, tem investido na socioeducação. “Já conseguimos avançar bastante. Esperamos estar sempre correspondendo às demandas judiciais, de modo que as medidas de internação possam ser proveitosas e, quem sabe, possa até zerar a reincidência por parte daqueles que passam na socioeducação da Paraíba”, disse o presidente da Fundac.

A assistente Social, Ziza Maia também participou da visita do juiz Perilo à Fundac. Ela é autora de diversos projetos de aperfeiçoamento e oportunidades de capacitação, emprego e renda, nos sistemas penitenciário e socioeducativo, segundo informou o magistrado.

Ela expôs os dados referentes à implantação de um novo sistema de acompanhamento dos adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas nos meios fechado, semiliberdade e aberto. “A funcionalidade permitirá o compartilhamento das informações entre a Fundac e os Creas Estaduais e Municipais, facilitando e integrando os demais sistemas”, justificou Ziza Maia.

A visita contou, ainda, com a participação do Coronel Barros, responsável pela segurança institucional, o qual mencionou o trabalho de manutenção da segurança nas unidades, com a preservação de direitos e observância de deveres. “Nosso propósito é a manutenção da ordem, garantia do aprendizado e desenvolvimento dos adolescentes no processo de socioeducação”, realçou. O atual Procurador da Fundação, Miguel Moura, também esteve presente.

Ilustrando o caráter ressocializador das medidas socioeducativas, foram servidos aos presentes iguarias produzidas na panificadora escola, que ensina e capacita os adolescentes numa profissão, com foco na geração de renda e empreendedorismo.

Por Lila Santos

 

 

GECOM - Gerência de Comunicação
  • Email: comunicacao@tjpb.jus.br
  • Telefone: (83) 3216-1611